Carta de Jesus a um Jovem

Acabo de chegar de mais um dia de trabalho. Deves pensar que a vida de Deus é fácil, que é apenas estar na eternidade com os anjos e os santos a louvar eternamente o meu nome. É um pouco disso, é verdade, mas são muitas mais coisas. Por isso, sentei-me um bocadinho, a descansar, a aproveitar o meu sétimo dia, sentado no meu sofá já bastante coçado, porque já cá o tenho há muitos anos incontáveis e assim, desabafar um bocadinho contigo.

                Tive um dia complicado, como quase todos. Toda a gente me vem pedir imensas coisas, culpam-me de quase tudo o que acontece no mundo. Os meus filhos são assim, livres, e o que mais desejo é que saibam é que saibam viver com a sua liberdade. Às vezes, não posso fazer nada. Sinto-me Omni(im)potente. Mas, felizmente, é para isso que cá estou, para os amar com toda a loucura, mesmo que eles não aceitem o meu amor.

Há coisas que, contudo, me fazem sentir tão bem e tão feliz. São estas coisas que te gostaria de contar. Tu és uma delas, sabias?

Quando olhas para o céu, numa noite cheia de estrelas, ficas com a impressão de que estou ali perto de ti, que há qualquer coisa grande para além da correria do dia-a-dia, que o Amor fala de tantas maneiras na tua vida. Olha, eu não consigo ver as estrelas como tu as vês. Estou noutra perspectiva. Mas gostava de saber como é que elas são para ti. Que coisas grandes elas te despertam?

Eu vejo precisamente ao contrário. Tenho as estrelas mesmo à minha frente e, ao undo, o mundo. Quando estás a olhar para as estrelas e a pensar em Mim, eu estou a olhar-te bem nos teus olhos. Por isso, é que sentes que Eu estou contigo. Mas mesmo quando não estás a olhar para as estrelas, não quero deixar de te olhar. Amo-te de tal maneira que não consigo passar um segundo da minha eternidade sem pensar em ti, e ficar a olhar-te como a minha grande obra-prima. Sou um Deus vaidoso, mas dás-me motivos para isso, que queres eu faça?

Queria pedir-te que te sentasses aqui ao meu lado. Senta-te aqui, por favor. Estás a ver o mundo? É aqui que eu te vejo e convido-te a olhares comigo para a tua vida. Fico tão contente por te ver! Estás a ver aquele momento especial em que decidiste o que era importante para ti? E o dia em que conheceste a pessoa que te fez dar um novo sentido à tua vida? Ali está, naquele cantinho, o lugar onde um dia choraste porque as coisas não te estavam a correr bem. Tantas coisas, momentos, lugares, pessoas que estão contigo. Foi tudo tão especial e estou tão contente por teres vivido assim! Se achas que ainda alguma coisa pode melhorar, não te esqueças que nunca te deixarei sozinho, quero mesmo ajudar-te.

Gosto de ti. Vejo-te agora, sentado a olhar comigo o mundo. Deixa que eu te olhe, mas para isso, tens que me olhar. Podemos fazer tantas coisas juntos! O meu sonho é que vivas o teu sonho, e não te esqueças de me ir contando as novidades. Eu só vejo aqui de cima, preciso que me ajudes a olhar para a tua vida, apontando-me aquilo que é importante para ti. Essas também são as coisas mais importantes para mim.

Até sempre, Jesus.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s